Quarta-feira, 29 de Outubro de 2008

DANCE SÓZINHA....

DANCE SÓZINHA

 

Não subestime os outros,

 nem os idolatre demais.

Seja educada,

mas não certinha.

Não minta, nem conte toda a verdade.

Dance sozinha ... quando ninguém estiver olhando.

Divirta-se enquanto seu lobo não vem."

 

 

Martha Medeiros

 

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 15:50

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

MÃOS

Mãos 

Há mãos que sustentam e mãos que abalam.

Mãos que limitam e mãos que ampliam.

Mãos que denunciam e mãos que escondem os denunciados.

Mãos que se abrem e mãos que se fecham

Há mãos que afagam e mãos que agridem.

Mãos que ferem e mãos que cuidam das feridas.

Mãos que  destroem e mãos que edificam.

Mãos que  batem e mãos que recebem as pancadas por outros

Há mãos que apontam e guiam e mãos que desciam.

Mãos que são temidas e mãos que são desejadas e queridas.

Mãos que dão arrogância e mãos que se escondem aos dar.

Mãos que escandalizam e mãos que apagam os escândalos.

Mãos puras e mãos que carregam censuras.

Há mãos que escrevem para promover e mãos que escrevem para ferir.

Mãos que pesam e mãos que aliviam.

Mãos que operam e que curam e mãos que " amarguram".

Há mãos que se apertam por amizade e mãos que se empurram por ódio.

Mãos furtivas que traficam destruição e mãos amigas 
que desviam da ruína.

Mãos finas que provam dor e mãos rudes que espalham amor.

Há mãos que se levantam pela verdade e mãos que encarnam a falsidade.

Mãos que oram e imploram e mãos que " devoram" .

Mãos de Caim que matam.

Mãos de Jacó que enganam.

Mãos de Judas que entregam.

Mas há também as mãos de Simão, que carregam a cruz,

e as mãos de Verônica, que enxugam o rosto de Jesus.

Onde  está a diferença ?

Não está nas mãos, mas no coração

É na mente transformada que dirige a mão santificada, delicada.

É a mente agradecida que transforma as mãos em instrumentos de graça.

Mãos que se levantam para abençoar,

Mãos que baixam para levantar o caído,

Mãos que se estendem para amparar o cansado.

São como as mãos de Deus que criam, que guiam, 

que salvam; que nunca faltam.

Existem mãos ... e mãos ...

As tuas, quais são ?
De quem são ?
Para que são ?

 

1361
Maktub

 

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 16:34

link do post | comentar | favorito

PROVÉRBIOS MACUAS

"Não se assinala o caminho apontando-o com o dedo, mas sim caminhando à frente."

 

 

OKHALA ONOKHALIKANIWA -

 

 VIVER É AJUDARMO-NOS UNS AOS OUTROS A VIVER.
(NOS TRABALHOS SE RECONHECEM OS AMIGOS, OU

QUEM TEM AMIGOS NÃO MORRE NA CADEIA).

 

O POSSUIR BENS DE FORTUNA É FRUTO DO CONTRIBUTO DOS OUTROS.
(UMA MÃO LAVA A OUTRA E AMBAS O ROSTO).

 

KÀKUVELE ,MYUPA SIMMALENE

 

 SE ALGUEM GRITA "VINDE DEPRESSA EM MEU AUXÍLIO"

É PORQUE SE ACABARAM AS FLECHAS OU AZAGAIAS.

(AMIGOS, RETESEMOS OS BRAÇOS NUM MAIOR ESFORÇO,

PORQUANTO SE O DONO DA MACHAMBA NOS CONVIDOU,

É PORQUE TEM VERDADEIRA PRECISÃO DO CONTRIBUTO

 DAS NOSSAS ENXADAS).

 

 

 

Do livro do Padre Alexandre Valente de Matos

 

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 16:29

link do post | comentar | favorito

EU NÃO TINHA ESTE ROSTO.....

Eu não tinha este rosto de hoje,

Assim calmo,

Assim triste,

Assim magro,

Nem estes olhos tão vazios,

Nem o lábio amargo..



Eu não tinha estas mãos sem força,

Tão paradas e frias e mortas;

Eu não tinha este coração que nem se mostra.



Eu não dei por esta mudança,

Tão simples,

Tão certa,

Tão fácil:

— Em que espelho ficou perdida a minha face?

* Cecília Meireles *

 

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 16:22

link do post | comentar | favorito

A FELICIDADE

A felicidade é como uma borboleta.

Quanto mais você a persegue,

 mais ela se esquiva.


Mas se você voltar sua atenção,

 para outras coisas ,

ela virá pousar calmamente ,

nos seus ombros.

 

 

Thoreau

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 16:14

link do post | comentar | favorito

O AMOR NUNCA É IMORAL.....

O amor é a única resposta duma existência em plenitude.

Não é um objecto, nem algo que se conquista.

É um estado interior de profunda sensibilidade à vida.

É uma festa e uma alegria que surge

 quando a nossa mente

 morre para os preconceitos enganadores

 e para as mentiras.

É por isso que o Amor nunca é imoral.

 



-  Júlio Roberto  -

(Porque os preconceitos e os bloqueios,

 sejam eles quais forem,

 nos toldam a forma de viver)

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 16:02

link do post | comentar | favorito

A MAIORIA....

A maioria dos homens é mais capaz
de grandes males, que de boas acções.
A calunia, o pior dos venenos,
encontra sempre fácil ingresso
nos corações mesquinhos.
(Lord Hervey)

 

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 15:40

link do post | comentar | favorito

CANSAÇO......

O que há em mim é sobretudo cansaço
Não disto nem daquilo,
Nem sequer de tudo ou de nada,
Cansaço assim mesmo, ele mesmo,
Cansaço.

A subtileza das sensações inúteis,
As paixões violentas por coisa nenhuma,
Os amores intensos por o suposto alguém.
Essas coisas todas,
Essas e o que faz falta nelas eternamente,
Tudo isso faz um cansaço,
Este cansaço,
Cansaço.

Há sem dúvida quem ame o infinito,
Há sem dúvida quem deseje o impossível,
Há sem dúvida quem não queira nada,
Três tipos de idealistas, e eu nenhum deles,
Porque eu amo infinitamente o finito,
Porque eu desejo impossivelmente o possível,
Porque eu quero tudo, ou um pouco mais, se puder ser,
Ou até se não puder ser...

E o resultado?
Para eles a vida vivida ou sonhada,
Para eles o sonho sonhado ou vivido,
Para eles a média entre tudo e nada, isto é, isto...
Para mim só um grande, um profundo,
E, com que felicidade infecundo, cansaço,
Um supremíssimo cansaço.
Íssimo, íssimo. íssimo,
Cansaço...

 

Álvaro de Campos

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 15:37

link do post | comentar | favorito
Sábado, 18 de Outubro de 2008

LÁGRIMA

 

LÁGRIMA 

Quando tiveres,

 uma lágrima de tristeza,

parte-a ao meio,

dá-me metade

e

chorarei contigo.

Quando eu tiver

um sorriso de alegria

 dou-to inteiro

 só para te ver feliz ... !

 

  ( Maiakovsky )

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 15:20

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 16 de Outubro de 2008

África bela....

África bela!

meu berço de embalar

a mandioca com canela

e o meu peixe a fumegar.

África bela

teu luar a fumegar

a praia de BENGUELA

o LOBITO ao lado a chorar.

África bela

janelas de caniços

o cará a cozer

e eu com meus postiços

meu mabóque a comer.

África bela

quem me dera abraçar-te agora

i ir pela praia fora

meu caxuxo apanhar,

grelhá-lo na lareira

deitar-me na minha esteira

e minha bolunga tomar.

África bela

do merengue e da rebita

da tua mulata bonita

que a ela ninguém imita.

África bela

um dia voltarei a ver-te

levarei minha alegria singela

e levarei abraçada a ela

este sofrimento de não ver-te.

 

Autoria:Dalita Bagarrão.

 

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 16:19

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Pode ser.....

. hoje estou assim....

. Carlos Queiroz - Origem: ...

. DIA DA CRIANÇA

. RIR 3

. RIR 2

. RIR 1

. VAMOS APOIOAR

. FORÇA PORTUGAL

. Dia do ABRAÇO

.arquivos

. Outubro 2011

. Outubro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub