Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

PROCURO

Procuro imaginar

O calor dos seus lábios

Quando beijo outros lábios

Mas não consigo.

Talvez por ele ser diferente

Ou talvez porque quando

Procuro os seus lábios

Noutros lábios,

Eu me dê conta

Que não são os seus lábios

Que desejo

Mas sim aqueles que

No momento eu beijo.

 

  Mila

 

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 16:50

link do post | comentar | favorito

taaaaanntas veeeeezes.....

Muitas vezes estamos tão carentes,

tão necessitados de acreditar em um sonho,

 que,

ao ver uma folha morta cair da árvore,

e

ser levada pelo vento,

vemos ...

 

uma borboleta !!!

 

 

 

 

Jorge Reigada

 

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 16:48

link do post | comentar | favorito

...olhos de ver e olhos de não ver...

"Foram se conhecendo um ao outro,

cada dia uma nova descoberta.

Juntos, ele correndo pelo chão de verde grama,

ela voando pelo azul do céu,

vagabundearam por todo o parque,

encontraram recantos deliciosos,

descobriram novas nuances de cor nas flores,

variações na doçura da brisa,

e uma alegria que talvez estivesse mais dentro deles

que mesmo nas coisas em redor.

Ou bem a alegria estava presente em todas as coisas

e eles não a viam antes.

Porque -eu vos digo - temos olhos de ver e olhos de não ver, depende

do estado de coração de cada um."

 

 

Jorge Amado

 

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 16:45

link do post | comentar | favorito

LIBERDADE

Ao querer a liberdade,

descobri que


ela depende ...

da liberdade dos outros.

 

 

 


Jean-Paul Sartre
(escritor e filósofo francês)

 

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 16:37

link do post | comentar | favorito

SOU...ANDO AQUI...

Tenho cabeça, coração e me respeito.

 Acredito em sonhos, não em utopia.

Mas quando sonho, sonho alto.

Estou aqui é pr’a viver,

cair, aprender,

 levantar e seguir em frente.

Sou isso hoje.

 Amanhã, já me reinventei.

Sou complexa,

sou mistura,

 sou mulher

 com cara de menina

 e

vice-versa.

Me perco, me procuro e me acho.

E quando necessário,

 enlouqueço e deixo rolar.

Não me dou pela metade,

não sou tua meio amiga ...

nem teu quase amor.

Ou sou tudo ou sou nada.

 Sou boba, mas não sou burra.

Ingénua, mas não santa.

Sou pessoa de riso fácil

e

 choro também."

.

 (Clarice Lispector)

 

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 16:30

link do post | comentar | favorito

a vida...

A vida são deveres

que nós trouxemos pra fazer em casa.

Quando se vê já são seis horas!

Quando se vê, já é sexta-feira...

Quando se vê, já terminou o ano...

Quando se vê, passaram-se 50 anos!

Agora, é tarde demais

para ser reprovado...

Se me fosse dado, um dia,

outra oportunidade,

eu nem olhava o relógio.

Seguiria sempre em frente

e iria jogando, pelo caminho,

a casca dourada

e inútil das horas...

Dessa forma eu digo, não deixe

de fazer algo que gosta devido

à falta de tempo,

a única falta que terá,

será desse tempo

que infelizmente não voltará mais...

 

 

 

(Mário Quintana)

 

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 16:28

link do post | comentar | favorito

...as pessoas....

(...)

As pessoas falam coisas,
 
 E por trás do que falam há o que sentem,
 
E por trás do que sentem
 
há o que são
 
e nem sempre se mostra ...
 
Há níveis-não-formulados,
 
 camadas imperceptíveis,
 
Fantasias ...
 
que nem sempre controlamos,
 
Expectativas ...
 
que quase nunca se cumprem  ...
 
 
E, sobretudo, emoções.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Caio Fernando Abreu
sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 16:16

link do post | comentar | favorito

Menina de trapos

Menina dos olhos doces
adormece ao meu cantar:
Tenho menina de trapos,
Tenho uma voz de luar...

Os meus braços são a lua
quando ela é quarto crescente:
dorme menina de trapos,
meu pedacinho de gente.



 

Matilde Rosa Araújo

 

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 16:14

link do post | comentar | favorito

Há pessoas.........

Há pessoas tão aborrecidas ...

 

que nos fazem perder

 

um dia inteiro ...

 

 

em cinco minutos.

 

 

 

 

 

 

(Jules Rernard)

 

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 16:00

link do post | comentar | favorito

PÕE......

Cerca de grandes muros quem te sonhas.

Depois, onde é visível o jardim

Através do portão de grade dada,

Põe quantas flores são as mais risonhas,

Para que te conheçam só assim.

Onde ninguém o vir não ponhas nada.

Faze canteiros como os que os outros têm,

Onde os olhares possam entrever

O teu jardim como lho vais mostrar.

Mas onde és teu, e nunca o vê ninguém,

Deixa as flores que vêm do chão crescer

E deixa as ervas naturais medrar.

Faze de ti um duplo ser guardado;

E que ninguém, que veja e fite, possa

Saber mais que um jardim de quem tu és

Um jardim ostensivo e reservado,

Por trás do qual a flor nativa roça

A erva tão pobre que nem tu a vês...

 

 

Fernando Pessoa

 

 

sinto-me:
publicado por paulacostapereira às 14:53

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Pode ser.....

. hoje estou assim....

. Carlos Queiroz - Origem: ...

. DIA DA CRIANÇA

. RIR 3

. RIR 2

. RIR 1

. VAMOS APOIOAR

. FORÇA PORTUGAL

. Dia do ABRAÇO

.arquivos

. Outubro 2011

. Outubro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub